Rossi está tão entusiasmado com o Circuito de Portimão, depois de lá ter andado em treinos, que até já está a antecipar 2021

Valentino Rossi tem tido uma série de azares em 2020, e muitos especularam se continuaria para o ano, mas segundo um dos seus colaboradores próximos, apesar da mudança para a equipa satélite da Yamaha Petronas, o piloto já está a pensar em 2021 com entusiasmo depois do teste de Portimão, e segundo diz Albi Tebaldi, o homem que gere o Império comercial VR46 gostou tanto do circuito, com os seus altos e baixos, que mal pode esperar para andar na pista.

Entretanto, os interesses comerciais de Rossi continuam a expandir-se: está confirmado para o ano que a VR46, em troca da subida de Marini à MotoGP, vai ajudar a equipa Avintia com apoio técnico e logístico para pôr em campo uma segunda máquina de Moto3 para Niccolò Antonelli.

“O nível de investimento é alto”, mas Alvi, comentando, “acredita que compensará com organização adequada… estamos a tentar um número de coisas, mas sempre com os nossos pilotos como uma prioridade. Um exemplo é o Morbidelli que veio da nossa academia e está tão forte agora!”