Ficou-se hoje a saber que a estrutura da KTM GP Academy está definida para 2021. Raul Fernandez junta-se a Remy Gardner na Moto2 e o seu lugar deixado na KTM Ajo, será preenchido pelo vencedor da Red Bull Rookies Cup Pedro Acosta, em parelha com Jaume Masia na Moto3.

Fernandez, de 20 anos, brilhou no seu primeiro ano com a equipa Red Bull KTM Ajo na divisão de Moto3. Antes do Grande Prémio de Portugal, o espanhol alcançou com a KTM RC4 cinco pole-position e três subidas ao pódio, incluindo a sua primeira vitória no Circuito Ricardo Tormo, em Valência.

O antigo vencedor da Red Bull MotoGP Rookies Cup e FIM CEV Repsol Moto3 Junior World Championship, após duas épocas completas na Moto3, está agora pronto para a categoria intermédia e para o segundo nível na “escalada” de carreira da KTM GP Academy e da Ajo Motorsport.

ACOSTA, O VENCEDOR DA RED BULL ROOKIES CUP

A KTM está interessada em dar uma janela de oportunidade a outro piloto espanhol brilhante, Pedro Acosta. O jovem de 16 anos dizimou a Red Bull MotoGP Rookies Cup 2020, reclamando o título a duas rondas do final da competição. Acosta mostrou ritmo, adaptação e tenacidade para explodir na competição, com seis vitórias consecutivas em dois circuitos muito diferentes e mais três resultados de pódio num total de doze jornadas.

Também obteve quatro vitórias no Campeonato Mundial de Juniores da FIM CEV Repsol Moto3 em 2020, terminando em 3º lugar na geral. Acosta poderá muito bem aprender com Jaume Masia; o promissor espanhol de 20 anos já subiu à tribuna sete vezes durante os seus três anos de mandato na Moto3 até agora.

Pedro Acosta: “É incrível receber esta oportunidade da Red Bull, da KTM e da Ajo Motorsport. Quero agradecer a todos eles”. Para mim, fazer parte desta equipa significa fazer parte da melhor equipa de Moto3 que existe. Será o meu primeiro ano no Campeonato Mundial da FIM, pelo que teremos de esperar pela primeira corrida para ver onde estamos e depois estabelecer objectivos realistas. Durante a primeira metade da época teremos de concentrar os nossos esforços na adaptação à carga de trabalho, uma vez que será diferente daquilo a que estou habituado na Red Bull MotoGP Rookies Cup e no FIM CEV. Vou fazer o meu melhor para tornar este processo de aprendizagem frutuoso”.

Raul Fernandez: “Quero agradecer a toda a equipa, KTM, Red Bull e, acima de tudo, ao Aki por acreditarem em mim. É um passo importante na minha carreira desportiva e estou muito feliz por continuar a crescer com esta estrutura. É uma grande oportunidade que sei que irei desfrutar muito ao lado de algumas pessoas incríveis. Esta é uma nova etapa, que me aproxima do sonho de todos os pilotos: estar no MotoGP. A Red Bull KTM Ajo é a melhor equipa da Moto2, por isso este anúncio é uma honra para mim. Só tenho palavras de agradecimento por eles e pela minha família, que sempre estiveram ao meu lado apoiando-me”.