Em entrevista ao site oficial do MotoGP, Hervé Poncharal mostrou-se animado pelas perspectivas para 2020, até porque, segundo ele, “nunca viu a categoria rainha com níveis técnicos e dos pilotos tão aproximados”.

Assim, Poncharal perspectiva uma temporada particularmente empolgante do Mundial de MotoGP este ano e uma luta especialmente interessante entre as equipas de topo.

Embora a data de início da época ainda seja incerta devido à pandemia de coronavírus, os testes de inverno fazem antever um campeonato equilibrado, com distâncias curtas entre pilotos.

“Estou nisto há mais de 40 anos e nunca vi, nem do ponto de vista técnico, nem do ponto de vista do nível de pilotos, um Mundial de MotoGP tão renhido. Acredito que estaremos numa situação muito semelhante às do Moto2 e Moto3, porque nunca tivemos seis construtores tão próximos como estão agora. E agora no MotoGP só há pilotos de topo, cada um deles tem a possibilidade de estar no pódio um dia”

“O campeonato vai ser incrivelmente empolgante, vai ser uma luta incrível, uma luta renhida, tudo o que adoramos, e oxalá testemunhemos isso todos os domingos.”

O manager da KTM Red Bull Tech3, que alinha com Miguel Oliveira e Iker Lecuona este ano, disse ainda:

“Nas últimas quatro ou cinco épocas houve claro domínio de alguns pilotos. Eles ainda serão muito fortes, até podem ganhar novamente o campeonato, mas penso que vai ser muito mais aberto. E não creio que alguém vá conseguir ser campeão quatro ou cinco corridas antes do fim do campeonato”.