No Q1, Miguel Oliveira acabou por ficar com quinto tempo da sessão, a apenas 0,126 segundos de Iker Lecuona, o que significa que amanhã vai partir da quinta fila da grelha de partida ao lado do seu colega de equipa e do francês Johann Zarco, quando as luzes vermelhas se apagarem amanhã às 14h00 horas locais – 13h00 de Portugal Continental.

O piloto luso, que ontem começou o fim-de-semana com o oitavo tempo mais rápido, caiu no terceiro treino livre (TL3) desta manhã, escapando com alguns hematomas e por isso teve de recuperar a sua confiança durante o quarto treino livre mais tarde.

“Não foi a melhor Qualificação para nós. Após o acidente desta manhã, perdi um pouco a sensação e também magoei um pouco o meu ombro direito. Em todo o caso, fomos mais depressa do que o fim-de-semana inteiro, por isso devemos estar felizes.

Temos uma corrida dura amanhã. Sabemos que vamos sofrer um pouco, especialmente porque partimos por trás. Só podemos pegar no que pudermos na corrida de amanhã, marcar o máximo de pontos possível, fazer uma corrida inteligente. É uma pena, porque melhorámos muito a nossa velocidade do fim-de-semana passado para este, mas também todos os outros. Com certeza que gostaríamos de ter feito melhor”.