Numa sessão verdadeiramente frenética de qualificação, Quartararo, Morbidelli e Miller partilhavam a fila da frente a cinco minutos do final, quando se deu a última saída para a pista em pneus de qualificação

A julgar pela primeira parte do treino, o francês da Yamaha Petronas estava aparentemente decidido, pela sua linguagem corporal, a lutar ao máximo pela Pole, que de facto viria a ser sua.

Um pouco atrás em nono Rins tentava ao máximo, demais talvez, porque teve um momento que salvou à justa.

Mir, Espargaró e Viñales faziam ataques ao tempo, com Aleix Espargaró também sexto mas Viñales (12) a saltar para o comando da sessão segundos depois para fazer a pole, pensava ele, e com Crutchlow a instalar-se na terceira posição com a Honda…

Porém, já com a bandeira mostrada, Quartararo viria mais uma vez a bater todos de novo, quando baixou o tempo de Viñales em 46 milésimas de segundo para finalmente fazer a pole com 1:47 076

MotoGP, Q2, Top 10

120F. Quartararo1:47.076212M. Viñales+0,046335C. Crutchlow+0,229421F. Morbidelli+0,241543J. Miller+0,337636J. Mir+0,603730T. Nakagami+0,68389D. Petrucci+0,848941A. Espargaró+0,9121042A. Rins+0,959