Beaubier marcou mais uma vitória dominante na segunda prova do Campeonato MotoAmerica em Road America, no estado de Wiscosin, Sábado à tarde.

Beubier liderou a primeira manga de bandeira a bandeira, batendo Bobby Fong, da Suzuki Ecstar, por 6,325 segundos, o que foi algo menos do que as vitórias anteriores, há três semanas, quando o piloto da Yamaha venceu por 7,8 e 14,3 segundos, respetivamente.

Ao vencer a primeira corrida do fim-de-semana, Beaubier tornou-se o piloto mais vencedor de todos os tempos na Road America com a sua 10ª vitória em Superbike. Foi também a 40ª vitória da carreira de Beaubier nas Superbike.

“Para ser honesto, aquelas primeiras voltas quando estava a tentar puxar ao máximo e abrir um intervalo, não foi confortável”, disse Beaubier depois de ganhar diante de uma grande multidão. “Não tive nem de perto a quantidade de aderência na frente e na traseira que tinha ontem nos treinos. Acho que a temperatura da pista estava muito alta e o traçado ficou bastante gorduroso. Por isso não fui capaz de entrar nas curvas exatamente como queria. Assim que vi que tinha um avanço, tentei acertar as minhas marcas e andar de forma consistente. Tenho de tirar o chapéu a ambos os meus oponentes. O Bob Fong aumentou mesmo o ritmo desde esta manhã e deixou-me um pouco preocupado ao entrar na corrida. Eu tinha obviamente um avanço bastante confortável ontem, mas hoje não era esse o caso. Vamos tentar melhorar o que pudermos melhorar na nossa moto. De qualquer forma, a minha R1 está a funcionar tão bem neste momento, que estou muito confortável. Apenas espero conseguir manter esta vantagem!”

“Fizemos o trabalho de casa”, disse Fong. “Definitivamente melhorámos a moto. Os tempos de volta não o mostraram hoje em comparação com a última ronda, mas nós definitivamente melhoramos bastante a moto. Estou bem no primeiro sector, no segundo e no meio, mas estou a perder talvez três ou quatro décimas por volta no último sector.”

O terceiro lugar foi Kyle Wyman, da Ducati KATO Fastening/KWR, o nova-iorquino numa batalha pela maior parte da corrida pela posição de pódio com Toni Elias. Na última volta Wyman passou na chicane, antes de Elias retaliar na curva final.

Elias bateu Wyman até à linha, mas foi determinado que tinha passado sob uma bandeira amarela e foi penalizado em dois segundos. Isso levou Elias de volta ao quarto lugar, o que o tirou do pódio, mas ainda assim deu-lhe os primeiros pontos do campeonato da temporada depois da sua triste estreia em Road America 1.

“Quando se está fora do ritmo há algum tempo, entra-se na corrida a pensar se temos ritmo”, disse Wyman. “Que querem? Por isso, comecei o melhor possível. Fiquei em segundo. Estava ao lado do Cameron (Beaubier) a entrar na curva um. Fiquei tão chateado comigo mesma no mês passado, que não consegui acompanhar os tipos da frente imediatamente, nem durante duas ou três voltas. Estava decidido a levar a coisa até ao fim. Acontece que entrei numa batalha muito, muito longa com Toni (Elias). Segui-o e descobri onde era mais forte ou mais fraco. Podia meter-me por dentro na chicane se me mantivesse colado a ele através do carrossel, por isso foi o que eu tentei.”

Mathew Scholtz, da Westby Racing, terminou em quinto lugar, com o sul-africano a ter um mau arranque de que nunca recuperou. O colega de equipa de Beaubier, Jake Gagne, foi o próximo, o californiano a lutar pelo terceiro lugar antes de ter um problema mecânico que o obrigou a abrandar e depois a recuperar para o sexto lugar.

Josh Herrin, da BMWScheibe Racing, foi sétimo, com David Anthony, da FLY Racing, a superar PJ Jacobsen da Celtic HSBK Racing, em oitavo. Cameron Petersen, da Altus Motorsports, arrecadou o top 10 na sua Suzuki GSX-R1000.

Após 3 corridas, Beaubier lidera, Gagne mantém-se em segundo lugar, depois Wyman. Herrin é quarto, com Fong a subir ao quinto lugar.

Road America, Superbike 1

  1. Cameron Beaubier (Yamaha)
  2. Bobby Fong (Suzuki)
  3. Kyle Wyman (Ducati)
  4. Ton Elias (Suzuki)
  5. Mathew Scholtz (Yamaha)
  6. Jake Gagne (Yamaha)
  7. Josh Herrin (BMW)
  8. David Anthony (Suzuki)
  9. PJ Jacobsen (Ducati)
  10. Cameron Petersen (Suzuki)