A decisão estava prevista para hoje e ao fim da tarde surgiu a confirmação que Lewis Hamilton testou negativo para a Covid-19 e vai marcar presença no GP de Abu Dhabi de Fórmula 1.
Depois de ter falhado o Grande Prémio de Sakhir e passado o período de quarentena e os testes negativos, o caminho ficou aberto para o regresso. Foi a Mercedes que revelou: “Lewis Hamilton testou negativo para a Covid-19 na quarta-feira antes de completar o seu período de auto isolamento no Bahrein. Isto permitiu-lhe viajar para Abu Dhabi na quinta-feira à tarde, e o seu teste deu negativo à chegada.
Lewis Hamilton completou desta forma os protocolos exigidos pela FIA para a sua entrada no paddock amanhã, e com isso poderá participar no fim-de-semana de corrida”. Como é lógico, o regresso de Hamilton significa que George Russell vai ter que esperar por nova oportunidade na Mercedes, o mesmo sucedendo com o piloto de reserva da Williams, Jack Aitken.
O piloto inglês da Mercedes teve que realizar vários testes, no Bahrein, antes de poder deixar o país e posteriormente à chegada a Abu Dhabi, onde só entrou depois de ter novo teste negativo. Não houve qualquer isenção especial, seguiu os mesmos procedimentos que as restantes pessoas.