Lewis Hamilton conquista a pole position para o Grande Prémio da Hungria. O campeão mundial colocou um tempo de 1:13.447s, sendo mais rápido do que Valtteri Bottas por 0.107s. Segunda linha da grelha de partida do Grande Prémio da Hungria para os Racing Point, com Lance Stroll a ser o terceiro mais rápido, com um tempo de 1:14.377s. O canadiano foi mais rápido do que Sergio Pérez por 0.168s.

Na sessão final de qualificação, Lewis Hamilton começou logo por fazer o melhor tempo, conseguindo melhorar na última tentativa, ficando assim na frente do seu colega de equipa, Valtteri Bottas.

Na segunda linha, mais dois carros com motores Mercedes. Lance Stroll ficou na frente de Sergio Pérez. Stroll ficou a 0.930s do tempo mais rápido, sendo que Pérez ficou a 1.098s.

A Ferrari compõe a terceira linha para o Grande Prémio da Hungria. Após dois fins de semana com muitas dificuldades, Sebastian Vettel e Charles Leclerc chegaram os dois à Q3, com Vettel a bater Leclerc pela quinta posição. Ambos os SF1000 ficaram separados por 0.043s, mas a mais de um segundo da frente.

Max Verstappen já se tinha queixado do balanço do RB16. Na qualificação, o holandês não foi melhor do que os Ferrari, tendo ficado com a sétima posição, depois de em 2019 ter conquistado neste circuito a pole position.

Lando Norris conseguiu bater o seu colega de equipa, Carlos Sainz. Norris foi mais rápido do que Sainz por 0.061s, tendo ambos os McLaren ficado a mais de um segundo da frente.

A fechar os dez primeiros ficou Pierre Gasly, que com problemas no motor Honda, nem colocou um tempo na Q3.

Q2

Ambos os Renault, os Williams e Alex Albon ficaram na Q2. O piloto da Red Bull, que tem tido dificuldades com o seu monolugar, não fez melhor do que o 13º tempo.

Na Renault, Daniel Ricciardo foi o melhor com o 11º tempo, ficando a 0.153s de Pierre Gasly, que com problemas de motor passou à Q3. Esteban Ocon ficou-se pela 14º posição.

George Russell vai partir na 12º posição para o Grande Prémio da Hungria, enquanto Nicholas Latifi arrecadou o 16º tempo nesta sessão.

A Mercedes colocou ambos os carros na frente. Lewis Hamilton foi o mais rápido com 1:14.261s, levantando o pé na última tentativa. Valtteri Bottas ficou a 0.269s de Hamilton.

Q1

Ambos os Alfa Romeo, Haas e Daniil Kvyat ficaram-se pela Q1. Antonio Giovinazzi viu a sua primeira tentativa ser eliminada devido ao italiano ter ultrapassado os limites da pista, mas na segunda tentativa foi 19º Na última posição ficou o seu colega de equipa Kimi Räikkönen.

Na frente dos Alfa Romeo ficou Romain Grosjean (18º), a 0.302s do tempo de Nicholas Latifi, que passa à Q2 pela primeira vez na sua carreira da Fórmula 1. Daniil Kvyat foi 17º e Kevin Magnussen foi 16º.

Na frente, Sergio Pérez e Lance Stroll fizeram os tempos mais rápidos, com o mexicano a colocar 1:14.681s na tabela. Stroll ficou a 0.214s do seu companheiro de equipa.