Gonçalo Reis falou com o Offroad Moto sobre o primeiro dia de competição em Requista, palco da jornada inaugural do campeonato do mundo de Enduro.

Andei sempre muito regular. Como ganhei o campeonato de Open no ano passado, fui o primeiro da minha classe a entrar nas especiais” disse o piloto da KTM sobre uma situação que viria a dificultar-lhe a vida ao longo dia.

Isso afetou-me na Enduro Test porque apanhei sempre o pó dos últimos pilotos da Youth Cup e, no meio do bosque, não conseguia andar no ritmo normal porque não via as árvores e os troncos e era impossível ultrapassá-los.

Reis conclui que “no geral foi positivo. Consegui ganhar a classe e isso é o mais importante. Ganhámos também na classificação por equipas. Estou contente e espero amanhã repetir o feito.”

(Foto: FMP)