Depois de passar a pandemia, a Liberty Media tem planos para estender ainda mais o que já está calendarizado para 2021, 23 corridas. A ideia são 24 corridas em 2022, primeiro ano das novas regras, e uma altura em que se espera já termos atirado para trás das costas a pandemia. Mesmo com as equipas a queixarem-se do esforço que já lhes é pedido atualmente, Chase Carey e a Liberty Media já avisaram que ainda irá ser pior: “Olhando para além de 2021, continuamos a sentir-nos muito bem com a excitação de locais de todo o mundo em acolher a F1. Muitos locais onde corremos este ano manifestaram grande interesse em novas corridas e outros países têm um interesse mais forte do que nunca. Esperamos mudar para um calendário de 24 corridas nos próximos anos, e provavelmente faremos uma rotação de algumas corridas para que possamos acomodar alguns novos parceiros. Mas eles serão limitados uma vez que as parcerias a longo prazo continuam a ser a nossa prioridade”, disse Carey num discurso virtual para potenciais investidores.