Fernando Alonso é de opinião que o mundo terá de se fechar em quarentena por bem mais do que dez dias devido ao coronavírus. O espanhol mostrou-se recentemente muito crítico com a resposta dada pelo seu próprio país à pandemia global, sendo neste momento o segundo país com maior número de fatalidades a seguir à Itália, tendo já neste momento cerca de mais 1000 falecidos que o próprio epicentro da pandemia, Wuhan, na China: “Acho que é hora de ficar em casa”, disse, citado pelo El Mundo Deportivo: “Temos que ficar em casa por algum tempo, e depois tudo estará terminado, mas acho que será assim por muitas semanas. Nem por sombras será uma questão de dez dias. Agora é o mesmo para todos, temos de estar em casa e fazer tudo o que for possível para superar isto.
Acho que outros países podem aprender com o exemplo da China, Itália e Espanha e agir, porque quanto mais cedo enfrentarem o problema, mais cedo vão sair dele”, disse Alonso, confessando que depois de tantas viagens, não é nada mau parar um pouco e ficar em casa: “Eu tenho um jardim e algum espaço, pelo que não me posso queixar”, disse Alonso que depois dumas férias pós Dakar, já se preparava para a 500 Milhas de Indianápolis quando tudo parou.