Num Grande Prémio marcado por muita emoção, venceu a prova de abertura do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 Valtteri Bottas. Completaram o pódio Charles Leclerc e Lando Norris. Lewis Hamilton foi o quarto classificado, após ter uma penalização de cinco segundos.

Atrás de Lewis Hamilton ficou Carlos Sainz. Sergio Pérez, no Racing Point, completou a primeira prova na sexta posição. Na estreia da AlphaTauri como equipa na Fórmula 1, Pierre Gasly foi o melhor classificado, na sétima posição.

Após ter sido batido pelo seu colega de equipa, Esteban Ocon terminou o Grande Prémio da Áustria na oitava posição, na frente de Antonio Giovinazzi. Sebastian Vettel, tal como Charles Leclerc, conseguiu pontuar, se bem que Vettel apenas leva um ponto, com o décimo lugar.

Apenas mais três carros conseguiram chegar ao fim. Nicholas Latifi ficou à beira dos pontos, levando o Williams à 11º posição. Atrás dele ficaram Daniil Kvyat, que no fim teve problemas no seu monolugar. E ainda classificado, mas também com problemas no monolugar, Alex Albon.

A corrida

Logo antes da corrida soube-se que Lewis Hamilton iriam ser penalizado em três lugares, assim o britânico arrancou da quinta posição. Max Verstappen era o único dentro dos dez primeiros que partia com os pneus médios, mas o Red Bull Honda não colaborou, acabando o holandês como a primeira desistência.

Daniel Ricciardo foi o próximo a ter problemas, parando devido a um eventual problema de refrigeração. Também Lance Stroll desistiu nesta altura. Logo a seguir, Kevin Magnussen saiu de pista. O dinamarquês não foi o primeiro piloto a sair de pista, mas sim o seu colega de equipa, Romain Grosjean, que teve uma pequena incursão à gravilha. Mas, a saída de Magnussen trouxe o primeiro Safety-Car.

Após o recomeço da corrida, mais problemas para os pilotos em pista. Num fim de semana mau para a Ferrari, Sebastian Vettel envolveu-se com Carlos Sainz e acabou por fazer um pião, caindo para a cauda do pelotão.

Num Grande Prémio onde a fiabilidade parece ter sido uma das chaves, George Russell viu o seu Williams perder potência, tendo que o parar na relva, colocando mais uma vez o Safety-Car em pista.

Na frente, Valtteri Bottas, Lewis Hamilton e Alex Albon seguiam descansados, mas no reinicio, a luta por posições retomou, mas foi sol de pouca dura, com a roda dianteira direita do monolugar de Kimi Raikkonen a sair, e o Alfa Romeo a fica ‘encalhado’ na reta da meta.

Mais um reinicio do Grande Prémio da Áustria, com os três primeiros muito juntos. Na luta pelo segundo lugar, Alex Albon colocou o monolugar por fora de Lewis Hamilton, com os dois a tocarem-se como o fizeram no Grande Prémio do Brasil em 2019. O incidente foi investigado, tendo Lewis Hamilton sido penalizado em cinco segundos. Também Sergio Pérez foi penalizado em cinco segundos, por excesso de velocidade no pitlane.

A três voltas do fim, Alex Albon parece também ter tido problemas de motor, com o piloto tailandês a ter de enconstar o Red Bull. Também Daniil Kvyat teve problemas, na roda traseira, senodo obrigado a parar numa das escapatórias do circuito.

No fim, Valtteri Bottas não foi incomodado pelo caos que aconteceu atrás de si, vencendo a corrida. Hamilton cortou a linha de meta em segundo, mas caiu para quarto, dando a Charles Leclerc um segundo lugar, que para a Ferrari este fim de semana deve saber muito bem.

Lando Norris também beneficia da penalização de Hamilton, conseguindo o seu primeiro pódio na Fórmula 1.