Este ano a Fórmula 1 vai ter uma novidade muito interessante que pode ajudar a esclarecer melhor se o desempenho dos monolugares é mais dependente do circuito ou se existem outros fatores que têm peso. Segundo Kevin Magnussen, piloto da Haas, as experiências que vão existir brevemente com corridas duplas, no mesmo traçado em semanas consecutivas (Spielberg e Silverstone) podem ajudar a fazer luz sobre o assunto: “em primeiro lugar, não é fácil saber quem vai beneficiar mais com esse facto”, começou por dizer o dinamarquês ao jornal Ekstra Bladet, mas Magnussen admite que está muito curioso por saber o que acontece quando a Fórmula 1 corre numa pista e depois volta a essa mesma pista para uma segunda corrida uma semana depois: “Vai ser bastante emocionante de ver, já que vamos obter provas concretas sobre se o desempenho dependente maioritariamente do circuito ou se existem outros fatores que fazem a diferença nessa situação. Existe a sensação de que muita coisa é ditada pelo facto de o circuito se ajustar ao carro, ou o contrário, mas vamos obter respostas a tudo isso. Se os dois fins de semana forem completamente diferentes em termos de resultados e desempenho, haverá muito em que pensar. Mas na verdade espero que seja praticamente o mesmo”, disse Magnussen, que terá de contar que os compostos de pneus entre as corridas vão ser diferentes, precisamente para introduzir um elemento novo, que vai ‘estragar’ a ideia de Magnussen, ainda que entre os compostos, logo se verá se é possível fazer alguns paralelos.