As recentes declarações de Max Verstappen relativas à Ferrari devem ter colocado um ponto final numa eventual ida do holandês para Maranello, no futuro. Ao que tudo indica as portas da Ferrari fecharam-se para Max Verstappen. Louis Camilleri continua furioso com o holandês depois deste ter acusado a Ferrari de “fazer batota” com o seu motor de 2019, tendo mesmo dito num círculo restrito de imprensa que “Não há lugar na Ferrari para aqueles que dizem essas coisas” Mas disse mais: “O silêncio por vezes é a arma mais forte. Nós somos a Ferrari, porquê dar credibilidade a um menino de 22 anos? As suas palavras criaram todo o tipo de problemas para a equipa e o Mattia (Binotto) disse-me que tínhamos inspetores da FIA em todo o lado por causa disso”. Portanto, Max Verstappen bem pode terminar o seu contrato com a Red Bull no final de 2020, mas a Ferrari não terá lugar para si em 2021. Como se sabe, a Ferrari deverá precisar de um piloto de topo em 2021, mas Verstappen dificilmente será esse piloto. Quem se deve estar a rir agora são os responsáveis da Red Bull, pois sabem que desta forma, sacodem um bocado mais de pressão. Mas ainda há a Mercedes…