Sete adiados/cancelados, um a caminho, sobram 14! Depois da anulação ou cancelamento dos primeiros sete Grandes Prémios de Fórmula 1 de 2020 a disciplina está prestes a sofrer mais um revés com o adiamento do GP do Azerbijão de F1, corrida prevista para 7 de junho. Com o coronavírus a não dar sinais de abrandamento na Europa, que é hoje em dia o centro da pandemia (que já abrandou muito na Ásia) os promotores da corrida de Baku decidiram tirar o tapete, algo compreensível já que para uma corrida citadina os preparativos começam mais de um mês antes e o início de maio está aí à porta.
Neste contexto, um calendário decente é cada vez mais uma miragem na F1, especialmente porque ninguém sabe quando, ou mesmo se será possível qualquer competição se realizar daqui para a frente, ainda este ano: “Planeamos começar a temporada de F1 assim quem for seguro”, disse Chase carey, CEO da F1. O problema é que dificilmente essa segurança vai existir nos próximos três meses. Depois, logo se verá…