Josep García encerrou a presente
temporada com uma vitória no Enduroc, naquela que foi a décima edição da
corrida catalã.

Esta foi a segunda vez que o piloto
da Red Bull KTM Factory venceu o Enduroc, depois da primeira em 2016. Garcia
não pôde participar nas duas edições anteriores mas regressou à corrida em casa
pronto para levar uma última alegria aos seus fãs em 2019.

“Não participava nesta prova há
dois anos. Em 2017 porque coincidiu com a gala da FIM e em 2018 por causa de
uma lesão. Por isso mesmo fiquei super feliz por voltar a competir em casa, na
presença do meu povo”, disse Garcia.

Logo no sábado, Josep Garcia mostrou
que poderia vir a ter uma palavra a dizer na corrida, depois de marcar o melhor
tempo no contra-relógio e vencer a Superpole. No dia seguinte, foi capaz de
recuperar de uma queda numa fase prematura da corrida para vencer com quase
dois minutos de vantagem sobre o segundo classificado.

“No sábado não estive tão bem como queria na Superpole, mas as sensações foram muito boas. Ontem comecei melhor mas, antes de entrar na floresta, sofri uma queda e fui obrigado a retornar do quinto lugar para depois chegar à liderança. Foi uma posição da qual não desisti até ao final, apesar de alguns problemas. Por isso, estou muito feliz com esta vitória. Mantive um ritmo rápido e constante, evitando riscos. Agora é hora de descansar um pouco e recarregar as baterias para o próximo ano”, explicou Josep Garcia.

Esta foi, sem dúvida, uma temporada
fantástica para o piloto da KTM, ao revalidar o duplo título de Campeão Espanhol
de Enduro -Scratch e E1. Garcia terminou também na sexta posição do Word Enduro
Super Series, depois de ter ganho duas das suas corridas, a Trèfle Lozérien e a
BR2 Enduro de Solsona.

Foto: Future7Media