EICMA Milão 2018 – Suzuki apresentou nova Katana

A nova Katana revive um nome que a Suzuki introduziu pela primeira vez em 1981.

A Suzuki usou o EICMA 2018 como uma plataforma para mostrar a já anunciada nova Katana ao seu público global. A nova Katana revive um nome que a Suzuki introduziu pela primeira vez em 1981. Na altura, a Suzuki Katana 1100S original foi apresentada pela empresa como a motocicleta de produção em massa mais rápida do mundo.

Agora, a nova Suzuki Katana de 2019, baseada na naked GSX-S1000, aparece renovada com um motor GSX-R1000 K5 com 152 cv, alojado numa ciclística de GSX-S. O braço oscilante também vem da GSX-R, e há garfos invertidos e pinças dianteiras Brembo montadas radialmente. No entanto, o design que vem altamente inspirado no original, adiciona cerca de 6kg à nova Katana em relação à GSX-S1000, elevando o peso para 215kg.

Há gráficos Katana no painel de instrumentos, bem como nas laterais. A carenagem icónica que se prolonga para os lados do tanque, incorporando um farol retangular flutuante (agora uma unidade em LED) é mantida. O visual é mais radical do que o original e a posição de condução é mais compactada agora. Trata-se de uma máquina nostálgica que apelará a qualquer pessoa da geração dos anos 80, que tenha algo a ver com motos.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.