Numa altura em que estava a tentar recuperar posições depois da violenta queda de ontem, Ross Branch foi obrigado a abandonar na etapa 9 com problemas mecânicos.

De acordo com a organização do Dakar, o piloto do Botswana terá partido o motor da sua Yamaha, não sendo possível reparar a avaria.

Branch foi quase sempre o melhor piloto da marca japonesa e, por isso, este é um fim inglório para o africano.

Está está a ser uma prova para esquecer para a marca azul uma vez que quatro dos seus pilotos tiveram de desistir com problemas mecânicos: Andrew Short, Jamie McCanney e Franco Caimi.

Na equipa oficial da Yamaha já só resta Adrien Van Beveren, o frances que entrou hoje no Top 10 da classificação geral.

:.

(Foto: Dakar)