A formação para o Junior Talent Team 2020 pode agora ser revelada, com uma seleção de pilotos e estreantes que retornam da Idemitsu Asia Talent Cup e da British Talent Cup prontos para competir com a equipa no Campeonato Mundial Júnior Moto3 da FIM. Promovendo talentos de diferentes origens no caminho para o MotoGP, a JTT unifica três nomes de equipas sob o mesmo guarda-chuva e une os esforços dos programas de promoção de talentos da Dorna, incluindo patrocinadores e parceiros que fornecem apoio importante a jovens pilotos e equipas. Em 2020, o projeto continua a contar com o valioso apoio da Honda, Kushitani, Astra Honda e AP Honda, que volta a bordo.

A formação de 2020 é de seis pilotos:

# 29 – Bill Van Eerde (AUS) – 2 Abril 2002 – Asia Talent Team

# 30 – Max Cook (GBR) – 09 Dez.  2002 – British Talent Team

# 31 – Scott Ogden (GBR) – 16 Outubro 2003 – British Talent Team

# 32 – Takuma Matsuyama (JPN) – 9 Nov. 2004 – Asia Talent Team

# 33 – Tatchakorn Buasri (THA) – 26 Mar. 2000 – AP Honda Racing Thailand

# 34 – Mario Aji (INA) – 16 Mar. 2004 – Astra Honda Racing Team

O retornado Bill Van Eerde deu o passo para o CEV Repsol como atual campeão da Idemitsu Asia Talent Cup no ano passado, e o primeiro vencedor e campeão australiano da IATC teve uma temporada difícil de estreante. No seu segundo ano no Campeonato Mundial Júnior da FIM Moto3, ele vai-se esforçar para replicar os resultados que obteve em outros lugares desde que se formou no IATC.

Max Cook, graduado na British Talent Cup, é outro nome familiar que volta a competir com o JTT em 2020. O britânico conquistou pontos sólidos em 2019 e terá como objetivo aproveitar isso para avançar na próxima temporada, com boas bases já estabelecidas.

O mesmo se passa com Mario Aji, já que o indonésio também permanece no Junior Talent Team e também mostrou uma forma sólida na sua temporada de estreia, incluindo um impressionante melhor resultado de quarto.

Scott Ogden, atual campeão da British Talent Cup, é uma das três novas caras da equipa, embora ele já tenha aparecido substituindo o lesionado Yuki Kunii em 2019. Ogden fará agora parte da JTT em tempo inteiro e está em competição na luta para ser o principal rookie na próxima temporada com outros: Takuma Matsuyama, vice-campeão da Idemitsu Asia Talent Cup e Tatchakorn Buasri. Matsuyama, do Japão, perdeu por pouco a coroa do IATC este ano, mas mostrou uma forma incrível até ao fim. Enquanto isso, o tailandês Tatchakorn Buasri foi um dos poucos a vencer Matsuyama em 2019, e os dois certamente verão o seu rival voltar ao ponto em que parou ao graduar-se no Campeonato Mundial Júnior de Moto3.

Depois de mais uma temporada de vitórias, pontos e pódios em 2019, o JTT está pronto para atacar uma nova temporada com várias caras novas e rookies ansiosos por impressionar.

A ação começa no início do ano com um campo de treinos de inverno a confirmar antes do início das corridas, no dia 26 de Abril, na abertura da temporada do CEV Repsol em Portimão.