Bernie Ecclestone duvida de corridas de F1 em Miami e Londres

Seis corridas nos EUA? Para quando?

Apesar de já estar de fora há dois anos, Bernie Ecclestone não deixa de acompanhar a F1, foi visto em vários Grandes Prémios e provavelmente ainda sabe mais do negócio do que os seus novos donos, a Liberty Media. Depois destes terem assegurado uma nova corrida de Fórmula 1 no Vietname, em 2020, Ecclestone duvida que a Liberty consiga levar a sua avante ao organizar corridas em Miami e Londres.

Quanto a Miami, o antigo homem forte da F1 diz que “nunca acontecerá”. E em declarações à Speed Week explica porquê: “Os americanos querem sempre a garantia que não possam perder dinheiro e a Liberty está com demasiada pressa com as novas corridas.

Quando chegaram disseram que queriam chegar às 25 corridas, seis delas nos EUA. Mas não sabem como o vão conseguir” disse Ecclestone, que também teve a possibilidade de avançar com o Vietname, mas não quis devido à proximidade com Singapura e Japão.

Quanto a uma possível corrida em Londres: “Olhámos para isso há uns anos, mas é demasiado complicado, há demasiadas restrições. Tivemos tantas reuniões e chegámos a um ponto em que a diferença era de três milhões de libras. E eu disso que isso era o preço da água engarrafada das reuniões que ainda precisamos de ter, portanto vamos esquecer isto tudo…”

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Motores, Atualidade, Entretenimento, Lifestyle, Tecnologia e Desporto.

Subscreva para receber no seu email, a dose diária recomendada de informação, sem contraindicações.