Depois de um desastroso 13.º lugar na ronda de abertura do campeonato AMA Supercross 450, o campeão em título voltou aos triunfos em Houston 2.

No arranque, Chase Sexton foi o mais eficaz, levando atrás de si Adam Cianciarulo, Eli Tomac e Justin Brayton. Sexton e Cianciarulo não demoraram a ganhar tempo aos restantes, isolando-se na luta pela liderança.

Quem tinha um início de corrida para esquecer era Justin Barcia e Ken Roczen, ambos fora do Top 10 na volta de abertura depois de terem sido 1.º e 2.º na corrida do sábado anterior.

À quinta volta, Adam Cianciarulo caiu na curva de areia e deixou Chase Sexton sozinho com uma liderança de quase dois segundos para Eli Tomac. Ao 3.º posto subiu Justin Brayton seguido de Zach Osborne e Marvin Musquin.

A curva em areia acabaria por ser também “madrasta” para o líder Chase Sexton. Decorridos 5 minutos de prova, o piloto da Honda foi catapultado da sua moto à saída dessa curva e sofreu uma aparatosa queda que o colocou fora da corrida e com queixas no ombro direito.

Com tudo isto, Eli Tomac ascendeu ao comando e, quase em simultâneo, Zach Osborne subiu ao 2.º posto por troca com Justin Brayton. Mais atrás, aqueceu a luta pelo 4.º lugar com Dylan Ferrandis a vir de trás para ultrapassar Cooper Webb e Malcolm Stewart nos whoops!

Quanto a Marvin Musquin, o francês caiu… na curva em areia!

O veterano Brayton ainda segurou a 3.ª posição durante 12 minutos mas acabaria por sucumbir à pressão do “rookie” Dylan Ferrandis.

Nos últimos minutos, Zach Osborne aproximou-se de Eli Tomac mas seria o piloto da Husqvarna a cometer um erro e a cair antes dos whoops.

Ferrandis herdou assim a 2.ª posição enquanto Brayton aguentou a enorme pressão de Cooper Webb e Ken Roczen para subir ao degrau mais baixo do pódio.

A caravana do AMA Supercross mantém-se em Houston para disputar já no próximo sábado à terceira ronda dos temporada.