CP diz que greve impediu circulação de mais de 80% dos comboios até às 10:00

A greve dos trabalhadores da CP impediu a circulação de 81,6% dos comboios previstos para hoje até às 10:00, segundo dados avançados pela empresa, que conseguiu que as viagens de longo curso fossem menos afetadas.

Entre a meia-noite e as dez da manhã de hoje, dos 228 comboios programados, circularam 42, ou seja, foram feitas apenas 18,4% das viagens programadas, disse à Lusa a porta-voz da empresa.

Segundo a responsável, a greve está a afetar essencialmente as viagens dos comboios urbanos e regionais e em muito menor percentagem as viagens de longo curso.

A paralisação de hoje foi promovida pela Federação do Sindicato dos Transportes e Comunicações (FECTRANS) e faz parte de uma ação que tem decorrido nos últimos meses de greve aos dias de feriado e horas extraordinárias.

Os revisores, que na quinta-feira também fizeram um primeiro dia de greve, aderiram à ação de hoje seguindo o apelo do Sindicato Ferroviário da Revisão e Comercial Itinerante (SNTSF).

Segundo dados do presidente do SNTSF, Luís Bravo, a participação dos revisores está hoje a rondar os 85 a 90%, que lembrou que os revisores agendaram dois dias de greve (dias 02 e 06 de abril) para reclamarem o cumprimento da decisão dos tribunais relativa ao pagamento dos complementos nos subsídios desde 1996.

SIM (JNM) // MSF

SIM/Fim