SBK/SPP: Comissão permite uso de asas aerodinâmicas

Ao contrário da proibição que vigora no Mundial de MotoGP

O tema das famosas asas aerodinâmicas parece também ter chegado ao Mundial de Superbikes e Supersport. Se no Mundial de MotoGP, onde gerou tanta polémica entre os construtores, a sua utilização foi proibida o mesmo não acontece nas superbike e supersport.

A Comissão das Superbike esteve reunida no passado dia 29 de novembro na localidade suíça de Mies, sede da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), onde foi decidido que o uso de componentes aerodinâmicos, como por exemplo as famosas asas,  é permitido no Mundial de Superbikes e Supersport a partir de 2018. Isto desde que esses mesmo componentes aerodinâmicos façam parte do modelo de homologação da respetiva moto que está à venda na Europa, Japão e América do Norte.

Em termos de regulamento técnico foi também deliberado a proibição do uso de suspensão eletrónica, mesmo que esta faça parte do modelo de homologação.

Todas estas novidades serão conhecidas em maior detalhe dentro de duas semanas, momento em que será conhecido o Regulamento final para 2018 dos Mundiais de Superbikes e Supersport.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.