PSA promete gama 100% elétrica até 2025

Electrificação, veículos autónomos, relançamento da Opel e regresso aos Estados Unidos: o CEO do grupo PSA, Carlos Tavares, revelou a estratégia do grupo francês até 2025 durante uma intervenção realizada durante a convenção mundial da Automotive News que teve lugar em Detroit.

Electrificação, veículos autónomos, relançamento da Opel e regresso aos Estados Unidos: o CEO do grupo PSA, Carlos Tavares, revelou a estratégia do grupo francês até 2025 durante uma intervenção realizada durante a convenção mundial da Automotive News que teve lugar em Detroit.

DR

"Não nos queremos tornar no maior grupo automóvel do Mundo, mas no mais eficiente em termos de emissões poluentes", afirmou Carlos Tavares que anunciou que até 2025 o grupo terá no mercado 40 modelos eletrificados - entre híbridos e 100% elétricos - no total das suas 5 marcas: Peugeot, Citroën, DS, Opel/Vauxhall.

O CEO da PSA revelou ainda que 80% dos modelos poderão circular em modo 100% autónomo ou semi-autónomo até 2030 - sendo que 10% terão autonomia de Nível 4 (veículo capaz de se mover sozinho num quadro específico) e Nível 5 (veículo totalmente autónomo).

A intervenção de Carlos Tavares decorre num contexto em que os resultados de vendas da PSA para 2017 cresceram 15% para as 3,63 milhões de unidades, já integrando a Opel adquirida no decorrer do ano passado. Este aumento nas vendas, ainda de acordo com o responsável, seria limitado em 2,5% sem o fabricante alemão.

"A Opel está na mesma situação em que se encontrava a PSA em 2013", afirmou Carlos Tavares, fazendo referência ao ano mais sombrio do grupo francês. O CEO assegurou ainda que "a Opel é uma marca alemã e como tal continuará a ser desenhada e desenvolvida por engenheiros alemães".

Em relação aos EUA, Carlos Tavares sublinhou que o objetivo passará por começar a vender automóveis no país a partir de 2026 - atualmente, o grupo gaulês está presente no continente americano através do serviço de partilha de veículos Free2Move.