Presidente da FIA perdoou Vettel

Jean Todt revelou ter perdoado o 'abuso' de Vettel em Baku

O presidente da FIA, Jean Todt revelou que “perdoou Sebastian Vettel pelas suas ações em Baku”. No calor da luta pelo título mundial de F1, no GP do Azerbaijão, o piloto da Ferrari deu um toque propositado no Mercedes de Lewis Hamilton depois de ter achado que este lhe tinha feito um brake test durante uma situação de Safety Car. Agora, depois de na altura Vettel ter sido chamado à FIA, e obrigado a pedir desculpa (sem mais nenhuma penalização) o presidente da federação internacional diz agora que desculpou o alemão: “Sabem, sou muito tolerante. Não gosto das pessoas que julgam sem levar em conta as emoções que se vivem no cockpit. Lembrem-se que eu sei bem do que falo, pois tenho a experiência de várias situações: “Por exemplo com o Michael Schumacher. Imaginam o que aconteceu em Jerez 1997? Ou o Mónaco 2006 que o Michael fez aquela coisa estúpida na qualificação? As pessoas têm fraquezas, e quando percebem que não deviam ter feito aquilo, então temos de perdoar. Foi o que aconteceu com o Sebastian” disse Jean Todt, Presidente da FIA.

Claro que perante estas declarações, muita gente vai concordar, outros tantos discordar, mas isso é o habitual. Como sempre, achamos que este tipo de situações deve ser analisado no contexto, mas deve ficar ‘registado’ para memória futura. Que se perdoe, tudo bem, todos merecem ter outras oportunidades, mas não podem é repetir a ‘gracinha’…

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.