Porsche investe mais de 6 mil milhões de euros em mobilidade elétrica até 2022

A Porsche está a desenvolver um plano sem precedentes para o futuro: até 2022, a marca vai investir mais de seis mil milhões de euros em mobilidade elétrica, com foco nos híbridos plug-in e veículos puramente elétricos.

A Porsche está a desenvolver um plano sem precedentes para o futuro: até 2022, a marca vai investir mais de seis mil milhões de euros em mobilidade elétrica, com foco nos híbridos plug-in e veículos puramente elétricos.

A decisão foi tomada pelo Conselho de Supervisão da Porsche AG na mais recente reunião. Oliver Blume, Presidente Executivo da Porsche AG, explica: “Estamos a duplicar as nossas despesas para os seis bilhões de euros”. “Estamos a estabelecer um percurso importante para o futuro com esta decisão”. Os planos foram significativamente reforçados para incluir três bilhões de euros de investimento em ativos materiais e um pouco mais de três bilhões de euros em custos de desenvolvimento.

Da adicional soma de três bilhões de euros, cerca de 500 milhões de euros serão utilizados para o desenvolvimento de variantes e derivados do Mission E, cerca de um bilhão de euros para a eletrificação e “hibridização” da gama de produtos existentes, algumas centenas de milhões para a expansão das fábricas e mais cerca de 700 milhões de euros em novas tecnologias, como infraestruturas de carregamento e mobilidade inteligente.

Em Zuffenhausen, uma nova oficina de pintura, área de montagem e uma ponte para transportar as carroçarias pintadas e unidades motrizes para o final da linha de montagem estão agora a ser construídas. A fábrica de motores existente está a ser expandida para fazer unidades elétricas e a unidade de construção de carroçarias também será atualizada. O investimento também está previsto para o Centro de Desenvolvimento de Weissach. O Mission E criou cerca de 1200 novos postos de emprego.

O veículo desportivo exclusivamente elétrico, Mission E, possui um sistema elétrico com 600 cv, que lhe permite acelerar dos zero aos 100 km/h em apenas 3,5 segundos; também vai poder acelerar e travar repetidamente sem qualquer perda de performance, enquanto oferece uma autonomia de 500 quilómetros no ciclo NEDC. O tempo de carregamento será bastante curto: graças ao sistema de voltagem de 800 v, demorará apenas 15 minutos para obter autonomia para 400 quilómetros.

Infraestrutura de carregamento rápido A Porsche, em conjunto com a Audi, representa o Grupo Volkswagen na Ionity, uma joint venture com o Grupo BMW, a Daimler AG e a Ford Motor Company. O objetivo desta união de esforços é a construção e gestão de 400 estações de carregamento rápido ao longo das mais importantes estradas europeias até 2020. A construção da infraestrutura começou em 2017. Para iniciar o trabalho da Ionity, a rede de concessionários Porsche está a tornar-se parte de uma infraestrutura de carregamento rápido em todo o mundo.

O sistema híbrido plug-in rapidamente se tornou uma história de sucesso na Porsche O lançamento do novo Porsche Panamera vê a terceira geração da versão híbrida plug-in em duas variantes diferentes. Ambas oferecem uma autonomia puramente elétrica de até 50 quilómetros. O Panamera Turbo S E-Hybrid é o modelo emblemático da gama – oferece a combinação perfeita de desempenho excecional e a eficiência máxima, com um motor V8 de quatro litros e uma fantástica potência combinada de 680 cv. Este é o modelo mais desportivo no segmento de luxo – especialmente devido ao seu sistema de condução híbrido.

Os clientes parecem estar muito satisfeitos com os modelos híbridos disponíveis: desde o seu lançamento no mercado, cerca de 60 por cento de todos os veículos desta gama entregues na Europa estão equipados com este sistema de propulsão de última geração. Este número foi significativamente mais elevado nas encomendas efetuadas em alguns países e chegou a atingir cerca de 90 por cento na Escandinávia.