MotoGP: Valentino Rossi pensa excluir treinos de motocross e enduro

Depois dos recentes dissabores italiano mudará forma de treino

A época de 2017 tem sido muito conturbada para Valentino Rossi no que diz respeito aos treinos fora de pista. Acidentes enquanto praticava motocross e enduro deixaram marcas no italiano que assim hipotecou as hipóteses de lutar pelo título até ao final do ano, nomeadamente após o último acidente enquanto treinava com uma moto de enduro, que resultou na fratura da perna direita e obrigou Rossi a falhar o Grande Prémio de San Marino e da Riviera de Rimini.

Como tal o piloto da Yamaha está a pensar seriamente em não praticar mais estas duas disciplinas durante o decurso de uma temporada de modo a evitar novos dissabores.

“O problema é o mesmo de sempre. Não podemos treinar com os protótipos de MotoGP pelo que temos de o fazer com motos de outras disciplinas. O motocross já estava na minha lista negra porque tanto eu como o Franco Morbidelli e outros pilotos já tínhamos tido problemas. Agora é o enduro. Desde os 18 anos que faço com os meus amigos, quatro ou cinco vezes por ano, o percurso onde tive o acidente. Depois do que aconteceu durante a época muito provavelmente não irei fazer mais tal atividade dentro desse período. É preciso encontrar um compromisso porque treinar com uma moto é sempre perigoso”, finalizou Valentino Rossi.