MotoGP: Suzuki aprendeu a lição de 2017

Davide Brivio fala em "investimento para o futuro"

A temporada de 2017 não foi nada fácil para as hostes da Suzuki, tendo acumulado desempenhos muito decepcionantes. Só na parte final da época é que a estrutura de Hamamatsu acabou por dar um ‘ar da sua graça’ com os seus dois pilotos: Andrea Iannone e o estreante Álex Rins.

No entanto para o chefe de equipa, Davide Brivio, nem tudo foi mau. “Diria que foi uma época difícil, mas que ao mesmo tempo foi um investimento para o futuro. Foi interessante porque aprendemos muito, pois ultrapassámos momentos bastante difíceis. Alterámos a constituição da equipa, o que afectou algumas decisões técnicas tomadas durante o último inverno. Estivemos grande parte da época a recuperar desta situação, mas em 2018 os pilotos já têm um melhor conhecimento da moto e esta deve melhorar”, disse Brivio ao site ‘Motorsport.com’.

No seu email. Sem contraindicações.

De segunda a sábado, consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.