MotoGP: Presidente da Ducati pressiona Jorge Lorenzo

Espanhol tem de apresentar melhorias em 2018

O piloto espanhol completou em 2017 a sua primeira temporada com as cores da Ducati, depois de uma longa e bem sucedida passagem pela Yamaha. As expectativas no início do ano por parte dos responsáveis de Borgo Panigale eram muitas, mas a verdade é que Lorenzo fechou a temporada sem vencer – somou três pódios – e na sombra do seu colega, Andrea Dovizioso, que discutiu o título até à última jornada da época.

Como tal em 2018 são esperadas melhorias e que já foram expressas publicamente pelo responsável máximo da Ducati. “O Jorge (Lorenzo) esteve claramente abaixo das suas e das nossas expectativas. No próximo ano deve demonstrar o campeão que foi no passado e exibir a garra, que no meu entender, faltou durante a primeira parte da temporada de 2017. Lorenzo tem de mostrar que é um piloto rápido e que está determinado em obter grandes resultados”, disse Claudio Domenicali em declarações à estação televisiva ‘Sky Italia’.

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.