Moto3: Jorge Martín afinado no Ricardo Tormo

Andrea Migno foi primeiro na derradeira sessão

Depois do Moto2 agora foi a vez do Moto3 encerrar os trabalhos no circuito Ricardo Tormo, em Valência, naquele que foi o primeiro apronto na preparação da temporada de 2018.

No final da terceira e última sessão do dia foi Andrea Migno quem se superiorizou ao rodar em 1m40.565s, numa sessão que teve tempos mais lentos em comparação com o treino anterior, o que se deve sobretudo ao facto da temperatura na pista ter caído com o final do dia.

Contudo após três dias de trabalho o mais rápido foi Jorge Martín com o tempo de 1m39.615s, marca que foi alcançada na segunda sessão do dia de hoje e mostrou que o piloto da Gresini é dos mais rápidos do pelotão ou não tivesse sido em 2017 o recordista de poles.

Enea Bastianini, agora ao serviço da Leopard Racing, foi o segundo a apenas 95 milésimos, sendo seguido por Marco Bezzecchi que esteve a um nível interessante com a KTM da PrüstelGP, a sua nova equipa para 2018.

Aliás o piloto transalpino foi mesmo único com uma moto de Mattighofen entre os cinco primeiros, onde estão quatro Honda. Top cinco que esse que foi fechado por Arón Canet e Niccolò Antonelli. Mais discreto esteve Gabriel Rodrigo, piloto que ontem havia sido o primeiro. O argentino hoje foi apenas 14º e deixa o circuito Ricardo Tormo com o 10º tempo. Entre os estreantes o mais forte foi Alonso López com o nono posto.

Tal como o Moto2 também o Moto3 retomará os trabalhos na próxima semana, entre segunda e quarta-feira, para três dias de testes oficiais no circuito de Jerez, pista de eleição para a realização de ensaios.

Classificação final do dia:

Classificação final dos testes: