Moto Guzzi apresenta em Milão a V85 Adventure Concept

O motor da V85 é o já conhecido V Twin da V9 de 885cc. As suspensões dianteiras são invertidas e ainda de origem desconhecida e o braço oscilante traseiro tem um desenho peculiar com uma curva no seu perfil esquerdo para permitir a passagem do escape e permitindo manter um perfil mais estreito da moto, de acordo com os comentários da própria Moto Guzzi.

Depois de ter descontinuado a sua Maxi Trail Stelvio 1200, apresentada há cerca de 10 anos, a Moto Guzzi não tinha na sua gama nenhum modelo para concorrer no competitivo segmento das Maxi Trail, onde as BMW, as KTM, as Yamaha e Hondas lideram.

Re-investir no upgrade do motor da Stelvio para que o mesmo fosse compatível com o Euro 4 era demasiado pesado e não viável do ponto de vista financeiro. Nesse contexto a Moto Guzzi decidiu investir num novo projecto e desenvolver um novo conceito que tomou forma na V85 agora apresentada durante a EICMA.

Embora não exista ainda demasiada informação sobre a nova V85, pelo seu aspecto e configuração parece-nos ser uma versão mais “enduro” que poderá eventualmente declinar posteriormente em outras versões mais estradistas e aventureiras.

O motor da V85 é o já conhecido V Twin da V9 de 885cc. As suspensões dianteiras são invertidas da Ohlins de acordo com as imagens que dispomos e o braço oscilante traseiro tem um desenho peculiar com uma curva no seu perfil esquerdo para permitir a passagem do escape,  permitindo assim manter um perfil mais estreito da moto, de acordo com os comentários da própria Moto Guzzi.

De acordo com a Moto Guzzi a sua nova V85 está dirigida a um segmento de mercado daqueles que sonham com o Dakar e que gostam de poder utilizar uma moto Endurista/Aventureira no seu dia a dia, sempre disposta para nos levar para outras dimensões fora de estrada. Uma moto moderna, com um forte carácter inspirada na história da marca e no sucesso de modelos do passado.

A moto estava inacessível no stand da EICMA num espaço especialmente decorado com areia, palmeiras e “camelos” razão pela qual apenas pudemos “senti-la” à distância, mas gostámos do seu aspecto desportivo, com o quadro tubular pintado a vermelho e a decoração em branco e amarelo, a lembrar de facto os estilo estético de algumas enduros do passado.

Esperamos entretanto mais desenvolvimento e informação sobre a Moto Guzzi V85 para vos dar a conhecer esta bela italiana.