Brexit vai travar mercado automóvel europeu em 2018

O clima de incerteza decorrente da saída do Reino Unido da União Europeia deverá abalar o mercado automóvel europeu, em 2018, de acordo com as projeções das consultoras PwC e LMC Automotive.

Segundo a PwC, o mercado europeu deverá crescer 0,5%, para 15,57 milhões de unidades em 2018, enquanto a LMC Automotive avança com uma subida de 1,3%, para 15,89 milhões.

DR

O clima de incerteza decorrente da saída do Reino Unido da União Europeia deverá abalar o mercado automóvel europeu, em 2018, de acordo com as projeções das consultoras PwC e LMC Automotive, citados pela Automotive News Europe.

A PwC refere que o clima de incerteza e a inflação alimentada pela desvalorização da libra face ao euro deverão levar a uma quebra do mercado britânico de cerca de 8%, para 2,35 milhões de unidades, em 2018. A LMC Automotive é um pouco mais conservadora, apontando para uma baixa de 5%.

A baixa do Reino Unido, o segundo maior mercado automóvel da UE depois da Alemanha, deverá ser compensada pelas subidas noutros países da região, onde o aumento da procura de automóveis novos está a ser impulsionada pela recuperação do emprego, dos salários e da confiança dos consumidores.

Segundo a PwC, o mercado europeu deverá crescer 0,5%, para 15,57 milhões de unidades em 2018, enquanto a LMC Automotive avança com uma subida de 1,3%, para 15,89 milhões.

“Mas o Reino Unido está a cair tanto que poderá mais do que anular o crescimento noutros mercados”, alerta Christoph Stuermer, analista global da PwC Autofacts.

Há também alguma incerteza na Alemanha, onde as vendas de automóveis novos ultrapassaram os 3,4 milhões de unidades, o que poderá levar a uma correção do mercado, alavancada pelo anúncio de novas limitações à circulação de veículos com motores diesel.

Fonte: Automotive News Europe

De segunda a sábado,

consulte os especialistas em Desporto, Atualidade, Entretenimento, Tecnologia, Lifestyle e Motores.