Félix da Costa: “O primeiro foco da BMW foi fazer o M8 GTE um carro rápido, depois temos que o fazer durar 24 Horas”

A BMW MotorSport apresenta o seu programa no dia 15 de dezembro

Depois da BMW MotorSport ter testado intensamente o novo BMW M8 GTE na Europa, agora é a vez da BMW Team RLL ter começado a ‘aprender’ carro em Homestead-Miami Speedway, como preparação para o IMSA WeatherTech SportsCar Championship, e a sua prova de abertura as 24 Horas de Daytona. Antes do carro rumar aos EUA, os pilotos oficiais da marca levaram-no aos limites em Paul Ricard e Félix da Costa foi um dos ‘contemplados’: “O primeiro foco da BMW foi fazer um carro rápido, e agora com esse carro rápido temos que o fazer durar 24 Horas. Estamos a trabalhar muito nesse sentido, já fizemos o teste de endurance, de 24 Horas, em que correu muito bem (ndr, a meio de novembro em Paul Ricard, em que os pilotos da BMW rodaram quase 30 horas). Não foi perfeito, se fosse uma corrida não a teríamos ganho, mas nesta fase é normal, andamos em fase de testes a provocar os problemas a fazer com que eles aconteçam para os podermos resolver. Ou seja andamos com conduções agressivas a passar por cima de corretores, a fazer consumos de combustível altos, a tentar gastar pneus, tudo isso para conhecer melhor o carro e depois tentar melhorá-lo, pois com esse estilo de condução agressivo, quando for dia de corrida, se for preciso guiar com esse tipo de pilotagem, já sabemos o que ele aguenta, e depois quando o começarmos a poupar, ser ainda melhor” disse Félix da Costa. No dia 15 deste mês será conhecido o seu programa para 2018.