Wall Street acelera à boleia das tecnológicas

Os principais mercados norte-americanos terminaram no verde, animados pelas ações das tecnológicas. Destaque para a valorização da Apple, Microsoft e Alphabet, num dia com poucos dados económicos.

Wall Street acabou por encerrar a primeira sessão da semana no verde. E graças ao setor tecnológico. A liderar esta recuperação estiveram a Apple, a Microsoft e a Alphabet, num dia de poucas novidades macroeconómicas do outro lado do Atlântico.

O tecnológico Nasdaq, que nas últimas semanas foi alvo de forte pressão vendedora, encerrou a subir 1,42% para 6.239,01 pontos. Também o industrial Dow Jones e o índice de referência norte-americano S&P 500 somaram 0,66% e 0,83%, respetivamente, tocando máximos históricos.

A liderar as recuperações no setor tecnológico estiveram cotadas como a Apple, Microsoft e Alphabet, cujas ações avançaram entre 1% e 3%. A Amazon também viu as ações subirem 0,76% para 995,17 dólares, depois de ter anunciado a compra da Whole Foods por 13,7 mil milhões de dólares.

“As ações das tecnológicas, depois de terem estado na lista de venda de todos nos últimos dias, estão agora novamente na lista de compras”, afirma Anthony Conroy, presidente da Abel Noser, à CNBC.

O cenário nos mercados norte-americanos acabou por acompanhar a a tendência na Europa. O Stoxx 600 subiu 0,86%, após uma vitória definitiva do movimento liderado pelo novo presidente Emmanuel Macron nas eleições legislativas francesas. A recuperação de uma maior estabilidade nesta economia central para a Europa pode ter ajudado a dar maior segurança aos investidores.

Ler Mais Fitch. Bolsa nacional tem melhor sessão num mês