Rui Moreira rompe com apoio do PS

O autarca do Porto vai prescindir do apoio do PS na recandidatura nas próximas eleições autárquicas. Decisão foi tomada na sequência de declarações de Ana Catarina Mendes à comunicação social.

A recandidatura de Rui Moreira à Câmara Municipal do Porto já não vai contar com o apoio do PS. O independente rompeu com o apoio dos socialistas na sequência das recentes declarações de Ana Catarina Mendes de que uma vitória de Rui Moreira seria uma vitória do PS. A decisão foi tomada na noite desta quinta-feira numa reunião do núcleo próximo da candidatura, avançou o Expresso.

Ver perfil Rui Moreira

O verniz estalou esta semana, depois da secretária-geral adjunta do PS ter dito ao Observador que “na noite eleitoral todas as vitórias dos candidatos do PS e das listas que o PS integra serão vitórias dos socialistas”, na sequência de uma pergunta concreta nesse sentido. Declarações semelhantes já tinham sido feitas ao Expresso e, nessa altura, Moreira tinha deixado o recado de que não haveria “jobs for the boys“, recorda o jornal.

Ainda não é claro se a rotura influenciará um eventual convite ao socialista Manuel Pizarro, nome próximo de Moreira na autarquia. Fonte da candidatura disse ao Expresso que não o iria convidar “enquanto socialista”, deixando em aberto um convite à margem das ligações de Pizarro com o partido. Já esta manhã, à Rádio Renascença, Rui Moreira recusou comentar a polémica. “Não vou falar sobre isso”, rematou.

Ler Mais Rui Moreira: “Não serei ministro nem eurodeputado”

PS/Porto classifica anúncio de Moreira como “surpreendente e inesperado”

A concelhia socialista do Porto classificou como “surpreendente e inesperado” o anúncio de que o movimento independente de Rui Moreira, atual presidente da Câmara do Porto, recusa o apoio do PS nas autárquicas.

Numa nota de imprensa, o PS/Porto acrescenta ter agendado para as 21h30 uma reunião da direção para “analisar a situação política autárquica no Porto”.

Artigo atualizado às 13h59 com a reação do PS/Porto