Presidente do INE está de saída

Alda Carvalho reformou-se com efeitos a janeiro. O processo de escolha do próximo presidente já está em curso.

Alda Carvalho reformou-se com efeitos a janeiro. O processo de escolha do próximo presidente já está em curso.

A presidente do Instituto Nacional de Estatística (INE) está de saída. Alda Carvalho reformou-se com efeitos ao mês de janeiro por ter atingido o limite de idade (70 anos) para trabalhar na função pública, confirmou o ECO.

“O mandato do Conselho Diretivo do INE terminou em 31 de dezembro. Nesse contexto e à beira de atingir o limite de idade para o exercício de funções públicas (70 anos), a Dra. Alda de Caetano Carvalho decidiu aposentar-se, situação em que já se encontra”, confirmou fonte oficial do INE, ao ECO.

Neste momento, Alda Carvalho “já não se encontra a exercer quaisquer funções no INE”, sendo a gestão do Instituto “assegurada pelo restante Conselho Diretivo”, esclareceu ainda a mesma fonte.

Tal como o ECO tinha adiantado, o INE confirma que o processo de substituição já está em curso, mas não adianta o nome do futuro presidente. “O novo Conselho Diretivo do INE será conhecido oficialmente logo que cumpridos todos os requisitos legais para a sua nomeação”, respondeu fonte oficial.

Alda Carvalho foi nomeada presidente em novembro de 2005. Antes disso era diretora-geral do Departamento Central de Prospetiva e Planeamento, onde foi também subdiretora, diretora e economista.

Foi assessora e chefe de gabinete do secretário de Estado do Planeamento em 1984/1985, foi economista no Departamento Central de Planeamento entre 1982 e 1983, esteve na direção-geral do Comércio, na direção-geral de Planeamento e Integração Económica de Moçambique e, em 1972, no Centro de Estudos de Planeamento da Presidência do Conselho de Ministros.

O ECO contactou a Presidência do Conselho de Ministros para saber o ponto de situação do processo de substituição de Alda Carvalho, mas ainda não obteve respostas.

(Notícia atualizada às 17h00 com as respostas do INE)