Moody’s melhora rating do crédito do Novo Banco

A agência de notação financeira reviu em alta o rating do Novo Banco, depois de a instituição ter concluído com sucesso a operação de compra de dívida.

A agência de notação financeira Moody’s melhorou esta sexta-feira o rating de crédito do Novo Banco e colocou a dívida sénior da instituição financeira com perspetiva positiva, depois de concluir com sucesso operação de compra de dívida própria.

Numa nota enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Novo Banco informa que a decisão de rating é tomada na sequência do resultado “do exercício de gestão de passivos sobre as obrigações sénior do banco”, da passada quarta-feira.

Nesse sentido, a Moody’s melhorou o perfil intrínseco de risco de crédito (Baseline Credit Assessment) do Novo Banco de ‘ca’ para ‘caa2’ enquanto a perspetiva para os ratings da dívida sénior de longo prazo foi alterada de ‘sob revisão’ para ‘positiva’.

A agência norte-americana confirmou também o rating da dívida sénior de longo prazo em ‘Caa2’ e confirmou a avaliação do risco de contraparte a longo prazo (Counterparty Risk Assessment) em ‘B3(cr)’.

Já o rating de depósitos de longo prazo do Novo Banco de ‘Caa1’ mantém-se em ‘review for downgrade’, ou seja, pode ser revisto em baixa.

Novo Banco recompra obrigações e venda ao Lone Star acelera

A 4 de outubro de 2017 o Novo Banco anunciou o resultado do exercício de gestão de passivos sobre a dívida sénior: o banco cumpriu o objetivo de aumentar o capital no valor de 500 milhões de euros.

A ação de rating também reflete a conclusão da aquisição pela empresa de ‘private equity’ Lone Star de 75% do capital do Novo Banco, que ainda está sujeita à autorização formal da Comissão Europeia.