Hipóteses do Porto para acolher Agência Europeia do Medicamento estão a diminuir

O Financial Times diz que as cidades favoritas para acolher a Agência Portuguesa do Medicamento são Milão e Bratislava. A cidade do Porto não aparece entre os favoritos.

O Financial Times diz que as cidades favoritas para acolher a Agência Portuguesa do Medicamento são Milão e Bratislava. A cidade do Porto não aparece entre os favoritos.

O Financial Times escreve esta quinta-feira que Bratislava e Milão são as duas favoritas para acolherem a sede da Agência Portuguesa do Medicamento. A estas juntam-se ainda Amesterdão e Copenhaga, segundo diplomatas seniores da União Europeia consultados pelo jornal britânico.

O Porto, que no início do mês de outubro era dado, segundo um estudo da EY, como fazendo parte dos cinco favoritos está agora de fora.

Os mesmos diplomatas adiantaram ao FT que existe um “lobby massivo” para captar a sede da EMA (sigla em inglês). Em causa está não só os mais de 900 funcionários que a agência comporta como os mais de 35 mil visitantes, sobretudo reguladores e cientistas que procuram a EMA devido ao seu papel fundamental na aprovação de medicamentos.

A decisão final será conhecida a 20 de novembro e será feita através de votação secreta dos ministros da União Europeia. Na mesma data será também conhecida a cidade que irá albergar a Autoridade Bancária Europeia. Neste caso, as cidades melhores posicionadas são Dublin, Frankfurt e Paris.

A recolocação da EMA surge no âmbito de um procedimento desencadeado pela União Europeia, no âmbito do Brexit.