Estudar em Harvard a partir de casa? Sim, é possível

A Escola de Negócios de Harvard permite aos alunos assistirem às aulas a partir de casa e interagir, ao mesmo tempo, com o professor. A ideia já está a ser seguida por outras instituições.

A Universidade de Harvard volta a ser tema de conversa. Aquela que é uma das mais conceituadas universidades do mundo e que ocupa os melhores lugares nos rankings, fez um esforço para conseguir chegar até mais alunos, sem os fazer sair de casa. Não percebeu? Nós explicamos.

A Escola de Negócios de Harvard – Harvard Business School (HBX) tem sido responsável pela formação de grandes nomes do mundo empresarial ao longo dos anos. Movida pela vontade de ser líder no ensino através das novas tecnologias de comunicação, a faculdade decidiu apostar em aulas virtuais, nas quais o aluno consegue ver o professor a dar a aula, a partir de qualquer parte do mundo, como se estivesse na HBX.

Na Escola de Negócios de Harvard os alunos podem assistir às aulas a partir de casa e interagir com o professor.

ECO - Economia Online

Na sala de aula está o professor, acompanhado por vários câmaras e um operador de câmara, que filma tudo em direto para os alunos, um máximo de 60, que estão em casa a assistir. A particularidade é que o professor também consegue ver os alunos — através de uma espécie de videowall, com imagens em alta resolução — e pode interagir com eles, proporcionando uma experiência quase tão real como se a aula fosse dada de forma presencial.

Estas inovações nasceram em universidades portuguesas

Com o objetivo de melhorar a qualidade de transmissão das aulas, a Escola de Negócios conta com a parceria de especialistas em transmissões desportivas do canal NBC. A ideia das aulas a partir de casa já está a ser seguida por outras instituições, que acreditam da mesma forma que o futuro passa por este tipo de aulas. Assim acredita Elizabeth Hess, diretora da HBX: “Gostaria de ver este tipo de ambiente educativo adaptado e utilizado por outras escolas”.