Caixabank confirma que vai mudar sede para Valência

De acordo com informações mais recentes, a Caixabank esqueceu Palma e vai mudar a sua sede para Valencia.

Mais um de saída da Catalunha. Depois da reunião desta manhã com o conselho de administração para retirar a sede social do banco da Catalunha, Palma de Maiorca foi a primeira cidade escolhida para a nova localização, segundo avançou o El País (acesso livre, conteúdo em espanhol). No entanto, ao fim da tarde, Palma de Maiorca foi posta de parte e Valência foi a cidade escolhida para a nova sede da entidade bancária.

Segundo informações avançadas ao final da tarde, a ideia de mudar a sede para Palma de Maiorca foi esquecida e Valência será a nova localização do CaixaBank. De acordo com o comunicado enviado pela instituição, esta decisão pretende “proteger os seus clientes, acionistas e empregados”.

Quais as empresas que vão abandonar a Catalunha?

A decisão não era unânime já que, dentro do banco, havia quem defendesse que Madrid seria a melhor opção, até porque a instituição já lá tem a filial MicroBank. A opção Palma de Maiorca justificava-se mais do ponto de vista político, porque a escolha pela capital espanhola poderia ser interpretada como uma mensagem muito dura, e também porque está ligada às origens do banco — em 1904 foi criada a Caja de Ahorros y Pensiones de Cataluña y Baleares — e ao facto de as ilhas estarem no âmbito cultural e linguístico catalão.

O banco liderado por Jordi Gual vai utilizar o decreto-lei com caráter de urgência, que permite às administrações das empresas com sede em Barcelona uma decisão de mudança de sede sem a obrigação de consulta dos acionistas.

O CaixaBank, o terceiro maior banco de Espanha, decidiu assim pôr um ponto final na incerteza e desconforto que o processo independentista da Catalunha está a gerar entre os seus clientes, dentro e fora da Catalunha, e que levou mesmo alguns aforradores a resgatar parte dos depósitos. O banco garante que são “valores geríveis”, diz o El País.