Aumento extra nas reformas começa a ser pago. Se tem várias pensões, escolha uma forma de pagamento

Se tem mais do que uma pensão e recebe por meios diferentes, não se esqueça de escolher uma forma de pagamento. Veja o que pode acontecer.

Cerca de 70% dos pensionistas abrangidos pelo aumento extraordinário das pensões recebe esta quinta-feira um valor mais alto na conta bancária. Mas não se esqueça: se recebe mais do que uma pensão através de meios diferentes, tem de escolher apenas um e informar o Centro Nacional de Pensões da sua decisão.

O aviso consta das cartas enviadas aos pensionistas que, a partir deste mês, terão direito a aumento. São cerca de dois milhões de reformados que, no conjunto das suas pensões, recebem até 631,98 euros (1,5 Indexantes dos Apoios Sociais). Nem todos receberão mais do que uma reforma mas, para os que recebem, a Segurança Social pede ao pensionista que opte por um único meio de pagamento no prazo de 60 dias após recebida a comunicação. E avisa que, se o pensionista nada disser, será usada preferencialmente a transferência bancária.

Dois terços dos reformados com aumento extra recebem dia 10

Ao ECO, o Ministério do Trabalho detalhou as possibilidades:

  • Se o pensionista nada disser, o pagamento será aglutinado na conta que tem a transferência bancária;
  • Se o pensionista nada disser e tiver dois pagamentos por transferência bancária, será notificado para indicar uma única conta;
  • Se o pensionista receber as pensões por vale de correio mantém-se essa forma de pagamento a não ser que informe que pretende receber por transferência bancária e indicar a respetiva conta.

Para explicar o aumento nas pensões — que pode atingir 6 ou 10 euros, mas incorporando já o aumento de janeiro — o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social elaborou a seguinte infografia:

Fonte: MTSSS

ECO - Economia Online